Este blog é um espaço em que qualquer pessoa pode postar (leigo ou especialista da área) e reflecte muita da minha experiência profissional como Relações Públicas. Podem comentar os meus posts e os posts dos bloggers, participar nas sondagens, postar fotografias... Enfim, é um espaço para ser utilizado e conduzido por todos. Espero que sirva como ajuda a alunos (os meus principalmente) e a profissionais. Todas as Vossas ideias e opiniões serão muito bem vindas. Para isso, estamos aqui, juntos, para debater e chegar rápido às melhores soluções, conduzindo à dignificação e credibilização desta profissão.
Sinta-se à vontade, vamos blogar?

Vamos reverter a situação actual e transformar a profissão de Relações Públicas numa função dignamente reconhecida e valorizada em Portugal.

Relações Públicas

Ocorreu um erro neste dispositivo

sexta-feira, 25 de março de 2011

"Gestor de Reputação" ou "Gestor de Imprensa"?


Um dos grandes problemas para a falta de reconhecimento e dignificação das RP´s, reside a meu ver, e em 1º lugar, no facto de muitos dos comunicadores não saberem explicar, o que fazem.

Aqui há dias lia um post no facebook onde alguém dizia que a sua mãe passava a vida a perguntar o que o filho fazia pois só sabia que ele era “RP”… e daí seguiu-se um chorrilho de comments que alinhavam exactamente nessa ideia e alguns diziam mesmo “pois… nem eu sei explicar”… ora isto vindo de um comunicador é grave… como é que podemos andar para a frente se nem sequer conseguimos explicar aos nossos familiares não só o que fazemos mas também, e sobretudo, o que nos diferencia da Publicidade ou do Marketing a que tanto nos comparam…

Onde é que já se viu um advogado não saber explicar as suas funções? Ou um psicólogo? Ou… pois, nas Relações Públicas é corrente… é que se não sabemos explicar o que andamos aqui a fazer, com a segurança e confiança dignas de qualquer profissional, obviamente que do outro lado também não nos irão compreender… muito menos “comprar”…

Um publicitário sabe defender-se, já um marketeer tem mais dificuldades… mas isto de “influenciar percepções” ainda é mais complicado… o próprio termo em si “RP” é tão abrangente que não diz nada… ainda se fosse “Gestor de Reputação” ou “Gestor de Imprensa” a coisa ficava mais clara, não? Talvez não… Há ainda quem nos “limite” a “Gestor de Eventos”, aconteceu-me tantas vezes…

Há dias, um amigo questionava-me, depois de já lhe ter explicado mais do que uma vez no que constava o meu trabalho, e depois de lhe ter dito que tinha negociado uma entrevista/reportagem na Exame para um cliente… ele me questiona  em seguida quanto é que iria custar essa reportagem…. Lá está, se calhar fui eu que não me expliquei bem…

Mas vejo tudo isto não apenas na perspectiva das agências de comunicação mas também do lado das empresas. Enquanto Coordenadora de Relações Públicas à frente de uma grande organização, durante muitos anos, que é algo que muitos consultores que por aí andam nunca fizeram, também “sofria” com o facto da própria organização não saber muito bem definir barreiras de intervenção para a minha função, então fazia um pouco de tudo, desde as media relations diárias, à gestão de reclamações, elaboração de discursos, gestão de conteúdos e design na Web, manuais de acolhimento, organização de eventos, porta-voz, etc., etc… por um lado foi bom, fiz de tudo, por outro lado não me focava basicamente ou exclusivamente nas funções de RP pois tudo era prioritário… e o que não se encaixava nos restantes Departamentos era “RP”…

Efectivamente, a maioria das pessoas desconhece o trabalho das RP´s e ainda o que é “Media Relations”, o que é “Assessoria de Imprensa” ou “Consultadoria de Comunicação”… e considero que não temos tido a força suficiente para comunicar convenientemente o nosso “produto”. 


Possivelmente faltará mesmo uma Associação que nos represente e nos defenda condignamente. Acho que está para chegar… em breve, aguardo ansiosa. Mas será isso suficiente? Mais do que uma Associação considero faltar uma “Ordem” para o sector.

Mas então vamos lá… às vezes precisamos de relembrar o BA BÁ, para quem não sabe o que é um “Relações Públicas” e o que faz, aqui deixo a minha definição (com direitos de autor):

Um Relações Públicas é um profissional de Comunicação que defende, protege e acarinha a imagem e a identidade de uma marca ou organização, comunicando regularmente e criando laços com os stakeholders da organização, conquistando notoriedade e reputação para a mesma através dos mais variados instrumentos de comunicação interna e externa à sua disposição, como por exemplo, reuniões, eventos empresariais, conferências de imprensa, media relations, quadros de sugestões, exposições, revistas/jornais internos, social media, etc.”.

Fui clara?

E rege-se por que valores deontológicos? Pela verdade, a confidencialidade, a lealdade e a liberdade.

No próximo post abordarei a relação desde sempre tão complicada, que já vivi tão de perto, entre o “Marketing” e as “Relações Públicas”, há que descomplicar…

Sem comentários: